Radio Arco iris FM
Publicidade
Publicidade
Cotriguaçu/MT
Min.
Máx.
Acusado de matar a ex-esposa em Coruripe, AL, vai a júri nesta quinta-feira
14/03/2019

Alberdan de Souza Ferreira confessou para a Polícia Civil que matou Jaciara Nicácio dos Santos. Jaciara Nicácio dos Santos destava desparecida desde o dia 30 de março Arquivo Pessoal Nesta quinta-feira (14), o acusado de matar a ex-esposa Jaciara Nicácio dos Santos, achada morta na Lagoa do Pau, em Coruripe, vai a júri popular. O julgamento está marcado para às 9h no Fórum da cidade. O júri popular será conduzido pelo juiz Mauro Baldini. Em um primeiro depoimento, Alberdan negou qualquer envolvimento com o desaparecimento e a morte da ex-mulher. Disse que, no dia do desaparecimento, esteve na casa de seu pai, saindo só de noite com a namorada. O genitor do réu, no entanto, contradisse as declarações e afirmou que, depois de tomar café, o filho saiu de casa dirigindo um Renault Duster de cor branca. Depois disso, Alberdan de Souza Ferreira confessou que sequestrou e estrangulou a vítima. De acordo com depoimentos de testemunhas, réu e vítima possuíam um relacionamento conturbado. As brigas costumavam envolver a guarda e a pensão da filha do casal. Na avaliação do MP, Ferreira planejou o homicídio e o cometeu de forma fria, isto porque ele ainda cortou o pescoço de Jaciara. Ela já estava morta neste momento e o corte quase provocou a degola do pescoço. O MP afirma que vai acusar o réu de sequestro, feminicídio e ocultação de cadáver. “O crime aconteceu na forma qualificada, vista a incidência de motivo torpe, por ter o réu cometido o crime mediante tortura ou outro meio insidioso ou cruel, e pelo fato do denunciado ter se utilizado de um meio que impossibilitou a defesa da vítima e, à traição, como também pelo crime de feminicídio”, diz um trecho da ação penal. Relembre o caso Jaciara tinha 31 anos quando foi morta. Depois do expediente de trabalho, no dia 30 de março de 2017, ela saiu para se encontrar o ex-marido e nunca mais voltou. O corpo dela foi encontrado três dias depois na Lagoa do Pau. Imagens gravadas por câmeras de segurança mostram que a vítima entrou no carro de Ferreira antes de ser morta. Segundo o MP, depois do crime, o acusado passou em casa e levou a namorada para comer churrasquinho em Coruripe. Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
Fonte: G1
21:00 as 21:00
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Avenida sete de setembro - Cotriguaçu/MT
Ligue agora
(66) 3555-1217
Horário de atendimento
07:00 AS 18:00 HS